Menu
Conta
Entrar / Registrar
Olá, seja bem-vindo(a) à loja virtual da Editora Monolito

Escola carioca: arquitetura moderna no Rio de Janeiro #31

ou até 3x de R$32,00 sem juros

R$96,00

Alicerce da arquitetura moderna no Brasil, a escola carioca foi desenvolvida entre os anos de 1930 e 1960 por projetistas atuantes no Rio de Janeiro. Sua receita mesclava passado nacional com a vanguarda europeia ou, em outras palavras, combinava pormenores luso-brasileiros (como treliças, azulejos e telhados) com o repertório de Le Corbusier (pilotis, brise-soleil e planta livre, por exemplo), toda a mistura recheada com jardins de Roberto Burle Marx e painéis de artistas como Cândido Portinari e Paulo Werneck.

1340 em estoque

Consulte o prazo estimado e valor da entrega para todo o Brasil.

Não sei meu CEP
Comparar

MONOLITO #31 Escola carioca: arquitetura moderna no Rio de Janeiro
Editora Monolito
ISBN: 978-85-66275-09-4
Origem: Nacional
Idiomas: Português/ inglês
Acabamento: Brochura
Formato: 21,5 × 29 cm
Número de páginas: 152

SUMÁRIO
Textos
Apresentação: Escola carioca revisitada, de Jerônimo de Moraes
Perfil: O big bang, de Fernando Serapião
Ensaio: Pedregulho, de Lucio Costa
Crônica: Sócio no ócio, de Marcos de Vasconcellos

Obras selecionadas
Associação Brasileira de Imprensa (1936/1938), Marcelo e Milton Roberto
Palácio Gustavo Capanema (1936/1945), Lucio Costa, Oscar Niemeyer, Affonso Eduardo Reidy, Carlos Leão, Jorge Machado Moreira e Ernani Vasconcellos
Pedregulho (1946/1950), Affonso Eduardo Reidy
Edifício Júlio Barros Barreto (1947/1950), Irmãos Roberto
Parque Guinle (1948/1954), Lucio Costa
Hospital da Lagoa (1952/1959), Oscar Niemeyer
Casa das Canoas (1953/1954), Oscar Niemeyer
Museu de Arte Moderna (1953/2005), Affonso Eduardo Reidy
Monumento aos Pracinhas (1956/1960), Hélio Ribas Marinho e Marcos Konder Netto
Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (1957/1961), Jorge Machado Moreira
Parque do Flamengo (1961/1965), Affonso Eduardo Reidy e Roberto Burle Marx

Peso 0.630 kg
Dimensões 29 × 21.50 × 1.2 cm

Avaliação


Seja o primeiro a avaliar “Escola carioca: arquitetura moderna no Rio de Janeiro #31”

*